Geral

Indústria do RJ abre mais de 2.400 novos postos de trabalho em junho


Indústria do RJ abre mais de 2.400 novos postos de trabalho em junho

A indústria do estado do Rio abriu mais 2.455 novos postos de trabalho formais em junho, mais que o dobro do saldo observado em maio (+1.150). No acumulado do ano, o saldo foi de 15.962 contratações. A análise feita pela Firjan, a partir da plataforma Retratos Regionais, mostra ainda que já foram reabertas 32 mil das 36,5 mil vagas da indústria fluminense fechadas de março a junho do ano passado, meses de maiores incertezas e restrições relacionadas à pandemia de Covid-19.

“A indústria fluminense encerrou o semestre com as contratações em alta. Importante também destacar que já foram reabertas quase nove em cada dez vagas perdidas de março a junho de 2020. Considerando o ritmo de recuperação, é bastante provável que o estoque de trabalhadores industriais pré-pandemia seja recuperado nos próximos meses no estado”, ressalta o presidente do Conselho Empresarial de Economia da Firjan, Rodrigo Santiago.

Rodrigo acrescenta que o bom desempenho do mercado de trabalho da indústria fluminense está disseminado. Em junho, todas as regiões e 63 dos 92 municípios do estado apresentaram saldo positivo de contratações. No acumulado do ano, 70 cidades registraram saldo positivo, com destaque para a capital (+4.014), Macaé (+3.250), Niterói (+1.289), Nova Friburgo (+1.090), Volta Redonda (+1.019) e Campos dos Goytacazes (+1.005), com mais de mil novas vagas.

Entre os segmentos industriais, a Construção Civil seguiu como a maior contratante em junho no estado, com mais 841 postos de trabalho, seguida pela Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios (+367), Indústrias Extrativas (+270) e Manutenção, Reparação e Instalação de Máquinas e Equipamentos (+231). Esses setores também se destacaram no saldo do primeiro semestre. A Construção Civil registrou saldo acumulado de 6.662 em 2021, seguida por Manutenção, Reparação e Instalação de Máquinas e Equipamentos (+2.756) e Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios (+2.021).

Considerando todos os setores, o estado do Rio abriu 16.002 novos postos de trabalho em junho. Além da indústria, os setores de serviços (+9.060), comércio (+4.097) e agropecuária (+390) também registraram saldo positivo. Esse foi o segundo melhor desempenho do mercado de trabalho fluminense no ano e, pelo segundo mês consecutivo, o Rio de Janeiro foi o terceiro estado que mais abriu vagas com carteira assinada no país. No acumulado do ano, já foram abertos 64.418 novos postos de trabalho no estado, distribuídos entre serviços (+39.614) – principalmente por conta das atividades ligadas à saúde – indústria e construção (+15.962), comércio (+5.689) e agropecuária (+3.154).

Plataforma Retratos Regionais

A plataforma Retratos Regionais da Firjan tem como base o saldo de empregos formais disponibilizados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. Em painel setorial são disponibilizados dados específicos dos setores industriais.

Em painel regional, que também permite a busca por município, é apresentado o cenário geral de empregos, incluindo todos os grandes setores.

Clique aqui para acessar a plataforma Retratos Regionais. 

 


Fonte: firjan.com.br