Geral

Hospital das Forças Armadas instala UFV com tecnologia MLPE


O Hospital das Forças Armadas, em Brasília (DF), está implantando a maior usina solar fotovoltaica do país com a tecnologia MLPE (do inglês Module-Level Power Electronics), sistema com eletrônica de potência em nível de módulo, que utiliza microinversores e otimizadores de potência.

A cargo da Renova Engenharia, o projeto contará com 9176 módulos de 545 W, fornecidos pela Ecori Energia Solar, o que totaliza potência instalada de 5 MW. A miniusina será instalada no estacionamento do hospital, no modelo de carport. Segundo o Ministério da Defesa, ao qual pertence o hospital, a tecnologia MLPE é a “mais moderna de energia solar fotovoltaica”, daí a escolha. Entre suas vantagens, o sistema MLPE consegue, com os microinversores, fazer com que os efeitos do sombreamento e da poeira, entre outros, que afetem um só módulo fotovoltaico não interfiram no desempenho do gerador por completo.

Parceira da Ecori, a Renova Engenharia está à frente da comercialização, engenharia e da construção da usina. Com área total de 25 mil metros quadrados, o estacionamento do HFA  tem mais de 1,5 mil vagas.  A estrutura do carport terá postes de apoio único na área central entre duas vagas de estacionamento em vez de postes duplos nas pontas de cada vaga. Todos os postes estão sendo construídos no canteiro de obras. Foram desenvolvidos seis projetos até que os engenheiros chegassem ao melhor modelo.

Trata-se do segundo projeto de energia solar com MLPE do Ministério da Defesa. O primeiro, inaugurado há um ano, foi no telhado do próprio ministério (foto), na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. A usina, com potência instalada de 528 kWp, recebeu investimento de R$ 2,4 milhões e conta com cerca de 1600 painéis em uma área de 3200 metros quadrados. A usina supre cerca de 35% da energia consumida no prédio. O projeto também foi executado pela Renova, com fornecimentos da Ecori.


Fonte: Revista Fotovolt